5 pensamentos que já todos tivemos durante o treino

Alguma vez prestaste atenção àquilo que dizes a ti próprio durante o treino? Muitas vezes, os nossos pensamentos podem influenciar a eficácia e o prazer que retiramos dos nossos treinos. Este artigo explora cinco pensamentos que costumamos ter num treino e indica algumas sugestões sobre como atingir o mindset para um desempenho ideal!


1. "Não consigo fazer isto!"

É natural que a nossa mente nos diga para irmos com calma quando estamos a sentir desconforto, dor ou à beira de uma lesão. É um mecanismo de sobrevivência, pois é o corpo a proteger-se a si próprio. O desafio passa por identificar se os pensamentos são consequência de um risco real ou se apenas refletem a nossa hesitação em sair da zona de conforto. Nunca vamos sentir os resultados positivos do treino a menos que as sessões sejam desafiantes. Por isso, quando os pensamentos negativos nos dizem “não consigo fazer isto", a primeira coisa a fazer é INVERTER essa abordagem e afirmar "Consigo fazer isto"! Há pouco tempo li uma citação do ator America Ferrera que achei fantástica: "Deixei de pensar no treino como um desafio físico. Tornou-se algo mental. O verdadeiro exercício era manter os pensamentos negativos à distância durante o máximo de tempo possível". Esta citação fez-me perceber que, se aprendermos a mudar os nossos pensamentos negativos durante o treino, tornamo-nos mais confiantes também no quotidiano! É um dos muitos benefícios fantásticos de treinar regularmente!


2. "Não sei COMO fazer isto"

Para tirarmos o maior proveito do treino, precisamos de experimentar coisas diferentes e desafiar os nossos corpos de várias formas. Já alguma vez olhaste para um equipamento e pensaste "adorava fazer isto, mas não faço ideia como”? É provável que te estejas a limitar e a impedir-te de aprenderes uma nova competência ou atingires um novo patamar! É aqui que um excelente Personal Trainer (PT) pode ajudar! Marca uma sessão e pede-lhe para te fazer uma série de novos exercícios. Se já és um PT, não te esqueças que precisa de fazer desenvolvimento profissional, uma workshop ou um curso de aperfeiçoamento são excelentes formas de adquirires novas competências e confiança.


3. "Estou demasiado dorido do treino de anteontem para fazer isto!"

Na maior parte dos casos, se sentires dores musculares tardias com intensidade leve a moderada (DOMS), não haverá perigo em treinares novamente, mesmo que te doa! Mas deves estar sempre atento a sinais de treino em excesso. Se te sentires indisposto, de mau humor, com alguma rigidez ou dor invulgares, poderás ter de descansar. Evita o treino excessivo com uma nutrição adequada, descompressão e sessões de recuperação. Que tal fazeres massagens com regularidade? Isto garantirá que o teu corpo recupera da melhor forma possível das sessões de treino e que estás a tirar o máximo partido do esforço! Fala com um massagista certificado para teres boas dicas!


4. "Está toda a gente a olhar para mim!"

O ginásio pode ser um sítio intimidante, particularmente se és novo nisto do exercício! Facilmente podes pensar que toda a gente está a olhar para ti, e esse sentimento faz com que tenhas medo de te movimentar livremente, com medo de te enganares e fazeres figura de parvo. Mas a maioria das pessoas está concentrada no próprio treino e nem sequer presta atenção. Por isso, mete os headphones, e diz a ti próprio "estou a fazer isto por mim" e dá tudo no treino! Se te sentes assustado, podes conversar com um PT ou treinares em horários mais calmos até teres confiança.


5. "Quero que o meu rabo/braços/coxas/estômago fiquem como os daquela pessoa"!

Já te aconteceu veres alguém a treinar cujo corpo admiras? E depois tentaste imitar os mesmos exercícios, acreditando que, por milagre, acordarias com aquele aspeto no dia seguinte? Embora seja excelente termos pessoas saudáveis como figuras-modelo, é importante evitar comparações! Não há dois corpos iguais, e os nossos resultados dependerão de muitos fatores, incluindo genética, idade, treino e nutrição! Sê o teu próprio modelo! Podes admirar outras pessoas, mas não te esqueças de te admirar a TI mesmo! Consegues sempre encontrar algo de positivo em ti. Orgulha-te de teres aparecido para treinar, de estares a melhorar, de fazeres progressos e de dizeres coisas boas sobre o teu corpo! Agradece por te poderes mexer livremente e seres saudável! Estes pensamentos positivos irão ajudar-te a manter-te empenhado no treino, em vez de te sentires desiludido por não seres parecido com outra pessoa!


No teu próximo treino, presta atenção ao que pensas! É provável que precises de fazer pequenos ajustes para extraíres rendimento extra no treino, para além de melhorares a tua mentalidade no geral!


Fonte: Australian Institute Fitness.

Vê também estes artigos relacionados:

-Benefícios de caminhar como um exercício

-Quanto custa um personal trainer